NILSON RUTIZAT
Escrever para mim é como respirar, eu preciso escrever para continuar vivo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
"NÃO CONSIGO RESPIRAR"

Mais um negro morto por um policial
Um policial branco, nos Estados Unidos
Deixou o mundo inteiro sem respiro
O que o pobre homem repetia sem parar
Dizia o homem, não consigo respirar,
Não me mate, mas ali acabou sua vida
Diante de um ato que não dá pra aceitar

Não é a primeira, mas devia ser a última
Não se deve mais matar por racismo,
Menos intolerância, mais racionalismo
Para que algo como isso não possa voltar
Dizia o homem, não consigo respirar,
Não me mate, mas ali acabou sua vida
Diante de um ato que não dá pra aceitar

Um mundo inteiro contra isso protestou
Pedia mais tolerância e também igualdade
Nas ruas gritaram por paz, por liberdade
O que aconteceu é difícil até de contar
Dizia o homem, não consigo respirar,
Não me mate, mas ali acabou sua vida
Diante de um ato que não dá pra aceitar

É uma luta que parece nunca ter um fim
Vem de longe, da época da escravidão
Quando sem piedade escravizaram a nação
Um povo que sempre buscou se libertar
Dizia o homem, não consigo respirar,
Não me mate, mas ali acabou sua vida
Diante de um ato que não dá pra aceitar

Grite e lute você também pelo respeito
Que o mundo possa sair dessa manchete
Que estampa nos sites e jornais essa peste
Que parece que não vai nunca se acabar
Dizia o homem, não consigo respirar,
Não me mate, mas ali acabou sua vida
Diante de um ato que não dá pra aceitar
Nilson Rutizat
Enviado por Nilson Rutizat em 03/06/2020
Alterado em 03/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários