NILSON RUTIZAT
Escrever para mim é como respirar, eu preciso escrever para continuar vivo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
CICATRIZES

O meu sonho nunca foi fácil,
Era por muitos, desacreditado.
Eu, porém, sempre acreditei
Até quando me vi fracassado
Fui em frente e na vitória foquei
Mesmo me sentindo incapacitado.

Aos incrédulos não dei ouvidos
Criei asas e comecei a voar.
Nas primeiras tentativas eu caí,
Me machuquei e pus-me a chorar,
Mas a dor passou e então eu sorri,
E novamente voltei a tentar voar.

Descobri com a vida desde cedo,
Que se eu quisesse levantar voo
era preciso fortalecer as asas.
E que não tinha nenhum segredo
Carecia só esforço, acordar cedo
E não ficar apenas parado em casa.

E quando eu alcancei o meu sonho,
Quando finalmente comecei a voar,
As pessoas me olharam a gritar
Falando que eu voava para o norte
Diziam que eu era um menino de sorte
Por ter aprendido de repente a sonhar.

Algumas pessoas estavam tristes
Não entendiam ou não queriam entender
Que a realização com esforço existe
Mas não adianta parar e criar raízes
São necessárias as dores e as cicatrizes
Para que possamos o nosso sonho viver.
Nilson Rutizat
Enviado por Nilson Rutizat em 23/07/2020
Alterado em 23/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários