NILSON RUTIZAT
Escrever para mim é como respirar, eu preciso escrever para continuar vivo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
Z DE GUERREIRA

Marejados os olhos da mulher,
Mirando o céu limpo e azulado,
Viaja nas saudades da infância,
Querendo voltar a ser criança,
Viver num mundo descomplicado.

O sorriso da menina no seu colo,
Tão criança como ela era antes,
Mostra que ela agora é abrigo.
Ser forte e determinada, é preciso,
Para manter o perigo distante.

As lágrimas somem de repente
E um sorriso se abre acanhado.
Ela guarda a sua dor e o medo.
Suas fraquezas virão segredo
Para sua criança nunca revelado.

Sua alma escondida, despedaça.
Já é agora um novo e longo dia
Em que o mundo de novo desabou
E ela com seus pedaços que juntou
Busca alívio em mais uma poesia.
Nilson Rutizat
Enviado por Nilson Rutizat em 31/08/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários