NILSON RUTIZAT
Escrever para mim é como respirar, eu preciso escrever para continuar vivo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
PELOS OLHOS DO POETA

O que sinto e o que vejo,
É sobre isso que escrevo.
Não que isso seja verdade,
Ou a única versão certa.
Trago apenas a realidade
Observada e traduzida
Pelos olhos do poeta.

Cada verso é uma tradução
Do mundo, de um gesto...
Talvez sem imparcialidade,
Mas de interpretação aberta,
Pois trago apenas a realidade,
Em suas múltiplas verdades,
Traduzida pelos olhos do poeta.

Um dia de sol, vem chuvoso,
Dentro do meu jeito de ser.
Não me culpe se não enxerga
A chuva caindo sem querer.
É que a vida é mesmo incerta,
E apenas pelos olhos do poeta
A gente consegue o mundo ver.

Uma palavra, afago na alma,
Um verso que diz como amar.
As vezes um poema na calma
Consegue até nos fazer chorar.
E mostra o caminho como seta,
E assim pelos olhos do poeta
Conseguimos a vida enxergar.
Nilson Rutizat
Enviado por Nilson Rutizat em 22/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários