NILSON RUTIZAT
Escrever para mim é como respirar, eu preciso escrever para continuar vivo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
Vidas sem vida

Eu vi, eu vi.
Vi vidas
De lidas,
Vidas sofridas
Carentes da gente.

Carecia abraço,
Consolo, afago.
Pediam pausa
Do gosto amargo
De viver.

Vidas de lidas,
Sofridas.
Vidas carentes
De mim e de você.

Eu vi vidas,
Eu vejo vidas
Já sem vida,
Quase perdidas
Sem atenção.

E ver essas vidas
Assim sofridas
Sem rumo,
Sem direção.
Deixa minha alma partida,
Despedaça meu coração.
Nilson Rutizat
Enviado por Nilson Rutizat em 11/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários